A música sueca com nova roupagem e som

No inicio da década de 70, um grupo sueco fez muito sucesso e arrastou multidões,  como  uma estrela fulgurante o quarteto do ABBA, trouxe vários sucessos e emplacou hits dançantes como Dancing Queen, Winner Takes All, Fernando e Mamma Mia. Depois que o quarteto separou-se , a Escandinávia ainda teve (só que com menos repercussão) o grupo norueguês Aha que colocou algumas músicas como hits como Crying in the Rain, Take on me e Hunting High and Low.      

Agora um grupo formado em 1990, o Garmarna formado por Stefan Brisland-Ferner, Gotte Ringqvist e Rickard Westman foram inspirados pela velha música sueca, que tinham ouvido falar em um teatro. Eles começaram a procurar músicas antigas e instrumentos. Depois de um ano tocando juntos, Jens Höglin se juntou à banda na bateria. 

Em 1992 a banda gravou seu primeiro EP. Eles pensavam que vocais femininos dariam um contraste com o clima dark de sua música, então Emma Härdelin, uma amiga de longa data da banda foi convidada como vocalista do primeiro EP. Ela se juntou oficialmente à banda em 1993. O EP de estréia vendeu bem na Suécia, e ajudou a banda na turnê da Escandinávia.

No álbum
Vittrad, a banda decidiu adicionar samples e sequencers à mistura. Em 1994, lançou Omnium Vittrad no E.U.A., com traduções de Inglês das músicas antigas.

Garmarna começou uma longa turnê na Alemanha e lançou o álbum
Guds Spelemän em 1996. O álbum vendeu bem na Suécia e foi avaliado favoravelmente internacionalmente.

Em 1998, Garmarna fez uma série de concertos em igrejas no norte da Suécia, que apresentando sua interpretação da obra medieval de Hildegard von Bingen, juntamente com a atriz Felicia Konrad.


Em 1999 a banda lançou seu terceiro álbum
Vedergällningen. A produção do álbum se inclinou para o rock e trip-hop, a atmosfera da música começou a ser mais obscura do que em álbuns anteriores.

Logo depois do álbum Vedergällningen , a banda voltou ao estúdio para fazer o álbum
Hildegard von Bingen, que foi lançado em 2001. As faixas deste álbum são baseadas em composições do século 12 Alemão, e as letras são em latim.

Se você quer ouvir (on-line)  uma de suas composições em mp3  (Skenpolska) clique aqui 
ou veja vídeo abaixo 


Garmarna - En Gång Ska Han Gråta


Um comentário:

  1. Olá Geraldo!
    Nossa, eu adorava ABBA! Aliás, ainda adoro, porque uma vez que se curte esse tipo de som, não o deixamos mais!
    Não conhecia esse grupo "Garmarna", mas o som é muito bom também! Eu sou bem eclética para músicas. Gosto de escutar de tudo um pouco, portanto essas novidades sempre recebo de bom grado!
    Muito obrigada por compartilhar!
    Grande abraço!
    Jackie

    ResponderExcluir