Vento nordestão, incomodo ou não?

 
Mais um artigo para o desafio #52posts, hoje focalizando um velho conhecido do litoral norte gaúcho: o vento nordestão. 
 
Já falei nele no artigo Veraneio Gaúcho : " O nordestão é vento com grife e estilo... estilo vendaval. Chega levantando areia fina que bate em nosso corpo como milhões de mosquitos a nos pinicar. Quem entra no mar, ao sair rapidamente se transforma no – como chamamos com bom-humor – veranista à milanesa. A propósito, provoca um fenômeno único no universo, fazendo com que o oceano se coloque em posição diagonal à areia: você entra na água bem aqui e quando sai, está a quase um quilômetro para sul. Essa distância é variável, relativa ao tempo que você permanecer dentro da água. "

Em 2012, mais uma vez "nosso conhecido" aparece, segundo matéria do Jornal ZH : "Incômodo para quem fica na areia, Nordestão é adorado pelos praticantes de esportes que dependem do vento Quando os guarda-sóis são arrastados na beira da praia é hora dos kitesurfistas colocarem as pranchas no mar."
 
Não tem para ninguém mesmo,  até porque o "nordestão" bate "ponto" de novembro a fevereiro (temporada alta do veraneio gaúcho),  então ou se adapta a sua presença ou não vá ao litoral norte do RS.
Share on Google Plus

About Geraldo V Laps

         
Adm. de Empresas, Gaúcho, Parlamentarista e defensor do Voto Distrital Puro.

0 comentários:

Postar um comentário