O maravilhoso mundo do litoral gaucho,

Litoral Gaúcho
Farol de Arroio do Sal
Para você que não conhece o litoral gaúcho, assombre-se : são 149 denominações de locais que se intitulam praias ou balneários, sendo que a maior delas (em extensão costeira) é a do Cassino, com incríveis 254 km.  Mas todos nós (gaúchos) temos a nossa preferencia, vou citar apenas a praia de Arroio do Sal, onde passei minha infância, adolescência e visito eventualmente.

É a capital "litorânea"  da Gringolândia, é o balneário que registra o maior consumo de CALADRYL  per capita de todo o litoral. Isto porque os "ases do volante" utilizam a Rota do Sol (popular Transpolentona), que em sua parte mais famosa, liga a capital "serrana" da Gringolândia (Caxias do Sul) a capital litorânea.

Possui um centrinho relativamente agitado, com bares que servem a famigerada TORRE DE CHOPE, que é a champa com foguinhos dos bares menos chinfrosos. Possui também um FLÍPER de muito respeito, que conta com jogos memoráveis como Street Fighter II e Cruisin Usa das antigas. 

Outro estabelecimento de suma importância é um Xis, que, a certa altura do campeonato (quando o sol baixa), se transforma num bailão desenfreado. O evento que mais trás movimento ao balneário é o carnaval de rua, moleque e pegado, com desfile de blocos, devidamente fantasiados e esbanjando malemolência. A prática do futevôlei é bastante intensa, inclusive rola um campeonato intermunicipal homologado pela FIFA. 

Dica: Não passe o Revellion no Arroio do Sal, a não ser que tu seja um apaixonado por FOGUETES de todas as espécies, porque a gringaiada começa a soltá-los uns três dias antes da virada e só vai parar depois do carnaval. É um foguetório eterno e intenso que castiga os tímpanos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário