Gaúcho vive o pavor do tsunami


O gaúcho Julio Gruendling sobreviveu ao tsunami
Foto:Ausage Fausia, AP

A viagem ao arquipélago de Samoa seria, para o gaúcho Julio Gruendling, 39 anos, de Santa Cruz do Sul, parte de um roteiro de 10 dias de férias dedicados à prática do surfe.

Morando há 10 anos na Austrália, onde trabalha como gerente de uma loja, ele e um grupo de amigos foram até o país do Pacífico em busca da onda perfeita. Vão voltar de lá contando a história de como conseguiram sobreviver à fúria do tsunami que ontem (tarde de terça-feira no Brasil) atingiu Samoa, Samoa Americana e Tonga.

– A gente nasceu de novo – garantiu, por telefone, a Zero Hora.


Confira a entrevista completa na zerohora.com
Share on Google Plus

About Geraldo V Laps

         
Adm. de Empresas, Gaúcho, Parlamentarista e defensor do Voto Distrital Puro.

1 comentários:

  1. Experiência traumática. Espero que o mundo não se esqueça disso para que de uma vez por todas comecem a aparecer soluções contra o aquecimento global.

    Abraços

    ResponderExcluir