Rio Grande gelado em um planeta quente

rio grande
Segundo dados da Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos, o mês de junho foi o mais quente já registrado no planeta no período de observação entre 1880 e 2016. Nas terra do Rio Grande, e vizinhanças, foi uma das poucas áreas do planeta em que a temperatura foi inferior à media no último mês. 

No nosso caso, muito mais frio do que o normal, afinal desde 1950 não se teve um junho mais frio que o deste ano no território gaúcho. Cabe ao grande território do Pampa ser o equilibrador das temperaturas extremas, afinal gaúcho é bom nas questões de enfrentar o vento polar e as distâncias entre períodos de calor e um vento minuano.

Nesta quarta-feira, mais uma vez o frio não deu tréguas na capital de todos os gaúchos, Porto Alegre teve 3,4ºC na Lomba do Pinheiro. Na região metropolitana, as mínimas baixaram a 1ºC em Novo Hamburgo (Lomba Grande) e 2ºC em Canoas (Base Aérea). O frio não vai dar trégua nas próximas noites e até sábado todos os dias podem ter marcas negativas no Rio Grande do Sul. As máximas é que se elevam mais no final desta semana.

Fonte: Metsul

Nenhum comentário:

Postar um comentário