Melhores estádios e piores hospitais

O Rio Grande imita o Brasil, somos um estado com dois times "grandes" no futebol nacional, teremos duas "arenas" modernas para prática do esporte bretão. 

Agora pergunte pelos nossos hospitais, pelas infra-estrutura destas instituições de saúde, que atendem grande parte da população pelo SUS. 

Serão gastos bilhões de reais para a copa de 2014, até lá seremos cidadões de segunda classe, que trata os doentes como "gado", aviltando médicos, enfermeiros e demais agentes de saúde, com baixos salários, carga horária excessiva e falta de material básico para prática de procedimentos básicos de saúde. Seremos uma Inglaterra (ou Alemanha) com nossos estádios de futebol "vistosos", mas uma Etiópia (com todo o respeito a este país) na qualidade de nossa saúde pública.

Futebol será apenas para poucos (já que os valores dos ingressos não serão baratos), os hospitais públicos serão para todos. Alguém ai acha que vale pena investir em hospitais e material humano de qualidade para lhe atender...

É, nisto o Rio Grande não é diferente do Brasil...



2 comentários:

  1. Acho que é assim mesmo, a futilidade ainda é maior do que a necessidade, o que gera dinheiro a outros, é mais importante do que cuidar da saúde de um povo.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sissy,

      Infelizmente é verdade... somos cidadões de última categoria...

      Abraço e obrigado pelo comentário

      Excluir