Mulheres Guerreiras - Ana Terra


No Dia Internacional da Mulher é quase uma unanimidade escolher uma mulher que nos pampas gaúchos significa a luta, a bravura, a quebra de mito e injustiça contra a discriminação feminina, ela tem  nome e sobrenome : Ana Terra. Muito embora só existisse na monumental obra de Érico Verissimo, O Tempo e o Vento, a representação da indole da mulher gaúcha tem ali sua mostra mais perfeita   . 

Ana Terra aparece num dos capítulos iniciais da trilogia O Tempo e o Vento, de Erico Verissimo. É uma mulher jovem, pulsante de desejos reprimidos, ilhada no meio do pampa. Madura, é a figura que se contrapõe à brutalidade masculina, à sanha guerreira, às ações intempestivas. Ana Terra, a amante de Pedro Missioneiro, a mãe de Pedro Terra, a parteira que ouve as vozes dos mortos (¹) . Foi brilhantemente interpretada por Glória Pires, na minissérie O Tempo e o Vento, da Rede Globo.

(¹) - Página de Érico Verissimo - Ana Terra


Share on Google Plus

About Geraldo V Laps

         
Adm. de Empresas, Gaúcho, Parlamentarista e defensor do Voto Distrital Puro.

1 comentários:

  1. Mulher...
    Força felina e manhosa
    Mulher frágil e poderosa
    Sobretudo

    Mulher...
    Um sopro de vida no mundo
    Alma do sonho e da dor
    És assim quase perfeita
    Perfeita dádiva do Criador...

    Abraços forte

    ResponderExcluir