O jazz e a magica do encontro de Nat King Cole com a filha

Ouvir Nat King Cole é uma delicia que me permito para ouvir durante a semana. Este maravilhoso senhor que se chamava Nathaniel Adams Coles era pai da cantora Natalie Cole.

Sua voz marcante imortalizou várias canções, como: Mona Lisa, Stardust, Unforgettable, Nature Boy, Christmas Song, "Quizás, Quizás, Quizás", entre outras, algumas das quais nas línguas espanhola e portuguesa.

Suas músicas românticas tinham um toque especial junto a sua voz associada ao piano, tornando-o assim um artista de grande sucesso.

Nat King Cole aprendeu a tocar piano na igreja onde seu pai era pastor. Desde criança ele esteve ligado à música, tocando junto ao coral da mesma igreja.

Cole lutou contra o racismo durante toda a sua vida, sempre recusando-se a cantar em platéias com segregação racial.

Sua filha Natalie, ou Stephanie Natalie Maria Cole, foi ganhadora de oito prêmios GRAMMY Awards.

Em 1991, gravou o single Unforgettable onde a voz de seu pai, remasterizada, foi mixada a sua para simular que os dois, pai e filha, cantavam juntos (veja o vídeo abaixo).


4 comentários:

  1. Geraldo,
    doeu agora o coração com esse post, que fez abrir a porta do cemitério aqui dentro do peito e soltou o fantasma de novo.
    Cara! Essa musica ae, uma fantasma cantou pra mim em uma declaraçao de amor que será "inesquecivel"

    "Inesquecível, isso é o que você é
    Inesquecível, entretanto próximo ou longe
    Como uma canção de amor que gruda em mim
    Como o pensamento das coisas que você me faz
    Nunca antes será alguém a mais
    Inesquecível em todos os sentidos
    E sempre (e sempre)"

    ouvi até o final...Com olhos marejados...e pensamento lonnnnnnnnge

    abçs

    ResponderExcluir
  2. Grande Geraldo, uma coisa é certa, é muito bonito, mas, deve ter sido de uma emoção para a sua filha poder, graças a tecnologia fazer um dueto com o pai.

    ResponderExcluir
  3. Geraldo, maravilhoso post! Nat King Cole era um cantor de primeira grandeza. A tecnologia conseguiu reuni-lo à sua filha Natalie, também dona de uma voz e domínio melódico maravilhosos.
    Agora, cá entre nós, acho que o grande público e a própria mídia encontram-se em débito com o fenomenal cantor e compositor Freddy Cole, irmão de Nat e, portanto, tio de Natalie, que acabou sendo "ofuscado" pela magnitude de seu famoso irmão .
    Freddy Cole, dentre as maravilhosas canções que compoem sua discografia, possui uma de rara de beleza: "I loved you"- Interpretação e composição dele próprio.

    I loved you
    Although against my will I knew I loved you
    Time was standing still because I loved you
    But someday I knew you'd fly away
    Tomorrow
    That could never be a new tomorrow
    For I can only think of yesterday
    In everyway...

    I loved you
    Such memories of moments when I loved you
    I loved you then but you were never mine
    A summer
    A summer to remember for all time
    Leaving me with tears from farewell eyes
    Those precious moments saying last goodbyes
    And I loved you
    But you were never mine

    Veja o video: http://www.youtube.com/watch?v=0FQY8UbAi-8

    ResponderExcluir
  4. simplismente divino maravilhoso que delicia!!
    meus parabens Geraldo, muito bom gosto!

    ResponderExcluir