O belo e frágil campeão

O ano era 1921, o Epsom Derby estava por começar. Em seu campo, o vencedor do Two Thousand Guineas, Craig an Eran contando com a torcida de seu propretário, o segundo visconde de Waldorf Astor. Entre os outros candidatos, contava com um cavalo de perfomance irregular, apresentando corridas excelentes e outras medianas. Este cavalo, Humorist, filho de Polymellus, havia ganhado quatro vezes e não estava na lista dos indicados para vencer a corrida.

No disco final, Humorist vence a corrida por um pescoço de diferença sobre Craig an Eran. Algum tempo depois apareceu morto em sua cocheira. Após o exame, o veterinário deu o veredito: "Por uma anomalia congênita, ele tinha nascido com apenas um pulmão (causa de sua irregulariedade), o esforço para vencer o Epsom Derby fez que uma hemorragia pulmonar maciça o matasse.

Esta trágica história deste frágil campeão, mostra que nem todos eles são perfeitos, porém dão legítimamente o seu sangue pela vitória, Humorist pagou com a vida. Está no panteão de glória da mais clássica prova de seleção dos três ano no mundo do turfe.

Comentários

  1. Geraldo, meu querido!
    Eu já te disse lá no Glee que eu não entendo nada disso! HAHAHAHAAHA
    Passei aqui para te deixar o meu grande abraço! Te encontro lá no Glee, viu?
    Grande beijo,
    Jackie

    ResponderExcluir
  2. Saudações!
    Amigo Geraldo:
    Eu fui surpreendido por tão importante feito histórico do Humorist, eu lhe confesso que eu não sabia. Fiquei fascinado!
    Tudo farei para não esquecer o nome deste belo vencedor. Humorist.
    Parabéns por mais uma excelente matéria!
    Fraternalmente,
    LISON.

    ResponderExcluir
  3. É esse cavalo era o cara, corria com um pulmão só, ainda bem que hoje em dia é possivel efetuar exames de rotinas com maior perfeição até nos animais .... apesar que nem semmpre os médicos e veterinários acertam ....

    ResponderExcluir

Postar um comentário