Julho de 2009 com frio persistente e recorde

Vou colocar um resumo da temperatura aqui no Sul no mês de Julho/2009, matéria publicada no ClicRBS (http://www.clicrbs.com.br):

O mês de julho de 2009 se desenvolveu dentro de um período de neutralidade climática sem o registro de fenômenos de Grande escala como El Nino e La Nina, com isso, as ondas de frio atuaram dentro do seu ciclo sem que nenhum fenômeno climático influenciasse diretamente o seu comportamento.

Por outro lado, houve o registro de um bloqueio atmosférico provocado por ventos fortes em altos níveis da atmosfera, ao qual damos o nome de corrente de jato - fenômeno comum e provocado pela diferença de temperatura entre o equador e os pólos.

A atuação deste sistema de bloqueio fez com o que as massas de ar polar ficassem concentradas no Sul do país e além do mais ajudou a manter a trajetória continental dessas massas de ar, ou seja, elas avançaram pelos Andes passando pela Argentina em direção ao Estado e quando elas percorrem esse trajeto geralmente são mais intensas, por manterem suas características até chegar aqui. Por isso, ao longo do mês tivemos a freqüente atuação de massas de ar polar que garantiram o resfriamento persistente por quase todos os dias do mês. 
Analisando os dados observados pelas 20 estações oficiais do INMET (Ibirubá não foi incluído pela ausência freqüente de dados) neste período podemos ver que quando comparamos as temperaturas médias das mínimas, neste ano as temperaturas ficaram mais de 5°C abaixo da média em Campo Bom, com registro de 9 dias com registro de temperatura inferior a 5°C. 
Em Bagé a temperatura ficou mais de 2°C abaixo da média histórica com registro de 15 manhãs frias e 5 temperaturas negativas ao longo do mês. Em Bom Jesus a temperatura ficou quase 3°C abaixo da média, com registro de 16 dias com amanhecer de temperaturas inferiores a 5°C. Lá a temperatura ficou abaixo de zero em 5 episódios.

Comentários